Acamsop, sexta, 12 de abril de 2024 23h : 57m - Paraná - BR

Notícias

No Sudoeste, municípios poderão aumentar número de vereadores

JdeB – Dos 42 municípios do Sudoeste, 12 poderão aumentar suas cadeiras legislativas para a eleição do ano que vem, depois que o censo estabeleceu o novo número de habitantes.

https://jornaldebeltrao.com.br/wp-content/uploads/2023/07/Camara-de-Vereadores-de-Salto-do-Lontra-696×464.jpg

Quem tem nove vagas (o mínimo constitucional) e subiu de patamar, ultrapasando os 15 mil moradores, poderá acrescentar mais duas cadeiras — chegando a 11. É o caso de Salto do Lontra (que subiu de 13,6 mil para 15,2 mil habitantes) e Marmeleiro (de 13,9 mil para 15,9 mil).

Dos outros oito municípios que estão entre 15 mil e 30 mil habitantes, apenas Santo Antônio do Sudoeste tem 11 vereadores. Realeza, Ampere, Capanema, Coronel Vivida, Chopinzinho, Mangueirinha e Clevelândia têm nove, mas poderiam ter 11.

No fim de semana em Salgado Filho, na assembleia da Acamsop, esse assunto foi debatido e defendido pelo presidente da entidade, vereador Solismar de Souza (PSB de Mariópolis), que exortou que as câmaras  puxem esse assunto de aumento da representatividade.

“Aqui em Beltrão vamos debater, eu acho que a gente poderia aumentar para 15 vereadores”, disse o presidente Ivanir Tupy Prolo (PP).

No caso de Beltrão, assim como Pato Branco — municípios de 80 mil a 120 mil habitantes —, o máximo poderia ser até 17 vereadores. Mas Beltrão tem 13; Pato Branco, 11. Estes municípios chegaram a ter legislativos com 15 vereadores, quando, suas populações estavam batendo na casa dos 60 mil.

Na legislatura de 1993 a  96 em Beltrão, por exemplo, estavam sentados lado a lado Wilmar Reichembach, Luciana Rafagnin e Antônio Cantelmo Neto, figuras públicas que cresceram, com dois chegando à Assembleia (deputados Reichembach e Luciana) e Neto prefeito (Reichembach também foi prefeito). Ou seja: uma Câmara com mais representantes permite que mais lideranças possam surgir no futuro.

Dois Vizinhos

Em Dois Vizinhos, o presidente da Câmara, vereador Márcio da Silva (PSDB), defende que o município volte a ter 13 representanbes, como foi nos anos 90.

“Sou favorável, porque trata-se de uma atualização daquilo que diz a Constituição Federal, conforme a estimativa populacional de cada município”.

E Márcio completa: “Alguns vereadores são contra, mas a grande maioria é favorável. A nossa população é bastante dividida sobre esse assunto”.

ORÇAMENTO

Para o Presidente da entidade Solismar o orçamento das câmaras não terá aunmento de despesas com a ampliação das cadeiras, mas sim a representatividade da população aumentara.

Municípios do Sudoeste

Até 15 mil habitantes — 9 vereadores

28 municípios do Sudoeste

Entre 15 mil e 30 mil — até 11 vereadores

Dez municípios: Santo Antônio do Sudoeste, Realeza, Marmeleiro, Ampere, Salto do Lontra, Capanema, Coronel Vivida, Chopinzinho, Mangueirinha e Clevelândia.

Entre 30 mil e 50 mil — até 13 vereadores

Dois municípios: Dois Vizinhos e Palmas.

Entre 50 mil e 80 mil — até 15 vereadores

Nenhum município.

Entre 80 mil e 120 mil — até 17 vereadores

Dois municípios: Francisco Beltrão e Pato Branco

Anexos